Todas as postagens em Campanha Reivindicatória 2016

1ª campanha reivindicatória do Governo Temer: um balanço realista e os próximos passos da luta

A escalada de ataques das seguidas direções da Petrobrás aos direitos dos petroleiros atingiu um nível ainda mais duro nas negociações do ACT 2016, concluída na última semana, com a finalização das assembleias e aprovação da quinta proposta apresentada pela […]

Continue lendo...

Em votação apertada, proposta da Petrobrás é aprovada no Litoral Paulista

Em uma votação apertada, a quinta proposta de ACT da companhia foi aprovada pelos petroleiros do Litoral Paulista em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (6) na sede

Assembleias acontecem em várias bases da FNP

Sindipetros convocam toda a categoria para nova rodada de avaliação do acordo coletivo

SINDIPETRO/SJC convoca toda a categoria

O SINDIPETRO/SJC convoca toda a categoria, trabalhadores da ativa, aposentados e pensionistas para mais uma rodada de assembleias com os grupos de turno, HA, Transpetro-Taubaté e na sede

FNP vai ter chapa única na eleição da Petros

Direção da Federação ainda vai definir os nomes que vão compor a chapa

Sem avanço, Petrobrás insiste em descontar dias parados

FNP exige isonomia e ratifica que sem avanço vai ficar impossibilitada de chamar as assembleias

Bases da FNP concluem assembleias e rejeitam proposta da Petrobrás

Dos cinco sindicatos da FNP, apenas o SINDIPETRO-RJ aprovou a proposta; resultado fortalece a unidade nas bases da Federação

Petroleiros do Litoral Paulista seguem indicativo da FNP e rejeitam 5ª proposta da Petrobrás

A decisão foi tomada na noite desta terça-feira (31) em assembleia realizada na sede do Sindicato, em Santos, sub-sede, em São Sebastião, e nas plataformas de Merluza e

Resultado parcial das assembleias

Rejeição da 5ª proposta vem ganhando força nas bases da FNP

5ª proposta da Petrobrás é pior que a anterior

A 4ª proposta da Petrobrás foi rejeitada de formamassiva pela categoria. Analisando apenas do ponto de vista econômico, a proposta parcelaria o reajuste em 6% retroativo a setembro