3° ATO UNIFICADO EM DEFESA DOS PARTICIPANTES DA PETROS SERÁ NO DIA 13/03

Fórum das Entidades em Defesa dos Participantes da Petros organiza nova manifestação para cobrar da Petrobrás o pagamento das suas dívidas com o fundo de pensão e o fim dos equacionamentos

 

No dia 13/03 (quarta-feira), a partir das 11 horas, em frente ao Edifício Senado (Edisen), no centro do Rio de Janeiro, a categoria petroleira e os participantes e assistidos da Petros têm um novo compromisso: o 3° ATO UNIFICADO EM DEFESA DOS PARTICIPANTES DA PETROS, com o objetivo de pressionar a Petrobrás a pagar as suas dívidas com o fundo de pensão.

A manifestação é convocada pelo Fórum das Entidades em Defesa dos Participantes da Petros, que é composto pela Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), Federação Única dos Petroleiros (FUP), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Aéreos, na Pesca e nos Portos (Conttmaf), Federação Nacional das Associações de Aposentados, Pensionistas e Anistiados do Sistema Petrobrás e Petros (Fenaspe) e Associação dos Mantenedores e Beneficiários da Petros (Ambep).

O 3° ato em defesa dos participantes da Petros acontece num momento estratégico e requer adesão máxima das bases da categoria petroleira, porque, atualmente, está em curso o GT PPE – Petrobras, Petros e Entidades Representativas para tratar de uma solução definitiva aos equacionamentos dos Planos Petros do Sistema Petrobras (PPSPs), que há anos comprometem severamente os contracheques dos petroleiros aposentados e demais beneficiários.

A categoria reivindica ainda maior participação dos trabalhadores na gestão da Petros, sobretudo o direito de eleger diretores, como ocorre em outros fundos privados de pensão e previdência, tomando por base o acordo realizado na 18ª vara do Rio de Janeiro, em 2007, que garante um diretor de seguridade e um diretor administrativo eleito pelos empregados.

Em 2023, a categoria realizou dois atos (em maio e agosto) em frente ao Edisen para cobrar da Petrobrás o pagamento de suas dívidas com a Petros – o primeiro, inclusive, reuniu cerca de 1,5 mil pessoas.

Mas, desta vez, o ato precisa ser ainda maior. A categoria deve se mobilizar para dar ainda mais corpo a essa nova manifestação, pois somente a participação massiva dos petroleiros e petroleiras é capaz de pressionar a companhia por uma solução definitiva que acabe com os equacionamentos.

O NOVO ATO VAI SER MAIOR! É fundamental que a categoria se engaje nessa importante manifestação. Procure a sua entidade e participe das caravanas rumo ao 3° ATO UNIFICADO EM DEFESA DOS PARTICIPANTES DA PETROS.

 

3° ATO UNIFICADO EM DEFESA DOS PARTICIPANTES DA PETROS

Quando: 13/03 (quarta-feira).

Horário: Concentração a partir das 11 horas.

Onde: Edifício Senado – Av. Henrique Valadares, 28 – Centro, Rio de Janeiro.

 

 

CANAL DA FNP NO WHATSAPP 

Aproveite e siga o canal da FNP – Federação Nacional dos Petroleiros no WhatsApp CLIQUE AQUI. Na sequência, ative o sininho para receber as notificações dos conteúdos recém-publicados em primeira mão.

Compartilhe o link desta novidade com os companheiros e companheiras da sua unidade.

FNP, A LUTA É PRA VALER!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp