Bases da FNP rejeitam proposta da Petrobrás

Todas as bases da FNP rejeitaram a proposta de ACT da Petrobrás e aprovaram a contraproposta da Federação Nacional, além do estado de greve. 

OS TRABALHADORES do Sindipetro-AL/SE, por exemplo,  DELIBERARAM PELA REJEIÇÃO a 3ª contraproposta apresentada por essa empresa, ratificaram a contraproposta da FNP, bem como, aprovaram o estado permanente de greve. Confira os resultados: 
Contra a proposta da empresa
A favor: 187
Contra: 69
Abstenção: 18

Aprovação da contraproposta
A favor: 189
Contra: 67

Os petroleiros do Litoral Paulista rejeitaram a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) feita pela gestão da Petrobrás. No total foram 970 votos contra e 270 a favor do ACT. A decisão foi tomada, no período de 2 a 12 de setembro, através de assembleias presenciais, nas unidades de terra e de mar, call center, aplicativo e voto impresso.

Como já é tradição, a categoria aprovou a taxa assistencial de 2% aos não-sócios e, por ampla maioria, votaram pela contraproposta da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), assembleia permanente e Estado de Greve.

Seguindo o indicativo do Sindicato e da FNP, os petroleiros e petroleiras da Amazônia rechaçaram o aumento abusivo na AMS e ZERO de reajuste na tabela salarial neste ano. O debate das assembleias também girou em torno da necessidade da mobilização para barrarmos o processo de privatização em curso, tanto nas usinas termelétricas de Manaus (Jaraqui e Tambaqui) quanto em Urucu. Seguem os resultados das assembleias na Amazônia:

Pauta 1 – Proposta Petrobrás – ACT 2020 

A favor: 51 (24,4%)
Contra: 147 (70,3%)
Abstenção 11 (5,3%)

Pauta 2 – FNP como negociadora e contraproposta 
A favor: 180 (86%)
Contra: 10 (5%)
Abstenção: 19 (9%) 

Pauta 3 – Estado de greve
A favor: 120 (57%)
Contra: 58 (28%)
Abstenção: 31 (15%)

Total de votantes: 209

A rodada de assembleias na base do Sindipetro-SJC se encerrou na sexta-feira (11), com 276 votos pela rejeição da proposta de ACT da Petrobrás e 111 a favor. A contraproposta da FNP foi aprovada por 321 votos contra 35, e o estado de greve 219 contra 122.

Ontem, a assembleia online para trabalhadores em home office, trabalhadores da Transpetro Taubaté e aposentados contou com a participação mais de 170 pessoas, em um grande operativo do Sindicato para garantir o direito de decisão da categoria.

As assembleias também aprovaram a contribuição assistencial para não sócios.

Os petroleiros de São José dos Campos seguiram a tendência das bases da FNP e reforçaram a pressão para que a Petrobrás retome as negociações

As assembleias promovidas pelo Sindipetro-RJ disseram NÃO à proposta da direção da empresa, em um processo que envolveu grande esforço para garantir sua segurança e democracia

Assembleias do RJ finalizadas – Aprovados por ampla maioria os indicativos do Sindipetro RJ / FNP
. Rejeição da proposta de ACT da empresa
. Apresentação da contraproposta da FNP
. Assembleia permanente
. Estado de greve

Votação geral
Rejeição – 1.892
Aprovação – 829
Abstenção – 41
Total: 2.762 votantes

Nesta terça-feira (15), direção da FNP realiza reunião para definir os próximos passos desta campanha.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp