Denúncia: Revap tenta barrar trabalhadores com máscara do “Fora Bolsonaro”

O Sindicato recebeu denúncias de que a Revap preparou um operativo para barrar a entrada de trabalhadores usando a máscara com a estampa do “Fora Bolsonaro”, na manhã desta quinta-feira (18). Este é mais um ato autoritário e antidemocrático, marcas da gestão de Jair Bolsonaro e Castello Branco à frente da Petrobrás.

As máscaras estão sendo distribuídas pelo Sindicato, como parte da Campanha Salarial, e da campanha em defesa da quarentena e pelo impeachment do presidente. 

Iniciada ontem com um ato na refinaria, a Campanha Salarial deste ano tem como um dos eixos centrais a luta pelo fora Bolsonaro e Mourão, além da prorrogação do ACT e da garantia dos direitos. Para os petroleiros, a continuidade deste governo irá representar o fim do sistema Petrobrás. Portanto, a derrubada do presidente é uma das tarefas da categoria na defesa dos empregos e da soberania do país.

Em defesa da democracia
Esta é a segunda vez que a campanha pelo fora Bolsonaro promovida pelo Sindicato sofre ataques que ferem a liberdade de expressão e a democracia. No início do mês, um outdoor da campanha foi alvo de ataques de militantes bolsonaristas, que ameaçaram incendiar a publicação e apedrejar a empresa responsável pelo espaço. O Sindicato seguirá tomando todas medidas politicas e jurídicas contra as atitudes antidemocráticas.

Participe da campanha
Se você ainda não tem a sua máscara, peça a um dos diretores do Sindicato ou pelo e-mail  secretaria@sindipetrosjc.org.br (com nome completo e telefone). 

Fonte: Sindipetro-SJC

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp