Notícias

?Não estamos à venda?

FNP está no Paraná para fortalecer a luta em defesa da Refinaria Presidente Getúlio Vargas, que está na mira da política privatista de Bolsonaro

16/07/2019
?Não estamos à venda?

Na manhã desta terça-feira (16), representantes da FNP estiveram na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) para unir forças com a FUP e lutar contra o desmonte do Sistema Petrobrás e da retirada de direitos dos trabalhadores.

A Repar é uma das refinarias que está na mira da política privatista do governo Bolsonaro. A unidade tem capacidade de processamento de 33 mil m³ de petróleo por dia. Localizada no município de Araucária, no Paraná, é responsável por aproximadamente 12% da produção nacional de derivados de petróleo. Seus produtos atendem principalmente os mercados do Paraná, Santa Catarina, sul de São Paulo e do Mato Grosso do Sul.

As obras de construção iniciaram em 1973 e a refinaria foi inaugurada no dia 27 de maio de 1977. No início de suas operações, a capacidade de processamento era de 20 mil m³/dia de petróleo. Atualmente é a maior indústria em porte do sul do Brasil. Ocupa uma área de 10 milhões de metros quadrados.

A refinaria destina 85% dos seus produtos para o abastecimento do Paraná, Santa Catarina, sul de São Paulo e do Mato Grosso do Sul. O excedente da produção total é destinado para outras regiões do país ou exportado.

A iniciativa faz parte de um calendário de lutas estabelecido entre as duas federações.

Tags repar fnp fup

Contato

Av. Passos, 34 - Centro
Rio de Janeiro/RJ
CEP 20051-040 Telefone: 21 2263-5147
fednacpetroleiros@gmail.com

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos