Notícias

FNP exige explicações da Petrobrás sobre mudança das regras do PCR. Não vamos aceitar!

Empresa tinha acordado que todos avançariam um nível automaticamente após 60 meses. Mas, às vésperas da data, mudou as regras

13/04/2022
FNP exige explicações da Petrobrás sobre mudança das regras do PCR. Não vamos aceitar!

A FNP (Federação Nacional dos Petroleiros) enviou ofício para a Petrobrás exigindo explicações sobre os motivos da mudança nas regras do PCR (Plano de Carreira e Remuneração), que surpreendeu a força de trabalho. Afinal, muitos trabalhadores aguardavam o aumento de nível que, segundo compromisso assumido pela empresa, ocorreria no próximo mês de julho deste ano.  

Além disso, a FNP também está contestando, judicialmente, o aumento por mérito de quem aderiu ao Plano de Carreira e Remuneração (PCR). O processo, que foi encaminhado em novembro do ano passado, abrange a Petrobrás e a Transpetro e exige o restabelecimento do regramento inicial de 2018 e que sejam pagos os reflexos do modelo de progressão.

Em 2018, a regra era que “todos os empregados participantes do PCR receberiam um nível automático, no período de 60 meses. Isso ocorreria independente de o empregado ter ou não recebido algum nível nos 60 meses anteriores à data da sua aplicação”.

No entanto, com o prazo de 60 meses chegando e a expectativa de todos aumentando, no último dia 1º de abril o RH da Petrobrás, sem nenhum aviso prévio nem justificativa, alterou o padrão da forma como seria feito o avanço de nível automático.

O texto do PCR até então estabelecia que “os empregados não contemplados por mérito no interstício de 60 meses, farão jus a 1 nível automático, atendidos os critérios estabelecidos nessa modalidade”. O período que seria contabilizado é de 1º de julho de 2017 a 1º de julho de 2022.

Agora, às vésperas da data, a empresa muda as regras e anuncia que essa progressão não vai mais ocorrer. Isso é um grande absurdo!

Desde que a Petrobrás anunciou o novo Plano de Carreira e Remuneração (PCR), que a FNP e seus sindicatos vinham alertando que seria mais um golpe da gestão mentirosa da Petrobrás aos direitos historicamente conquistados pela categoria petroleira. Infelizmente, estávamos certos.

Não vamos aceitar! Exigimos o cumprimento do que foi acordado com a categoria!

Progressão do plano de carreiras para todos, já!

Fonte: Sindipetro-SJC

Tags pcr fnp

Contato

Av. Passos, 34 - Centro
Rio de Janeiro/RJ
CEP 20051-040 Telefone: 21 2263-5147
fednacpetroleiros@gmail.com

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos