Notícias

Luta incansável

Glauber Braga merece apoio e respeito da categoria petroleira pela defesa da soberania nacional e da Petrobrás

14/06/2022
Luta incansável

No início do mês, o país voltou novamente seus holofotes para mais um golpe contra a Petrobrás. O governo iniciou os estudos para a desestatização da empresa. Atrelado a isso, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), voltou a se posicionar a favor do desmanche do Sistema.

E mais uma vez o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) se colocou em defesa da soberania nacional. O parlamentar entrou em um embate com Lira enquanto ele tentava colocar em votação a venda de parte das ações da Petrobrás como projeto de lei, que exige apenas maioria simples. Dessa forma, a União deixe de ser a acionista majoritária e a privatização da empresa seria feita antes de 2023. Tudo isso aconteceu durante a votação da Medida Provisória relativa ao fim de incentivos tributários para a indústria petroquímica.

“É pecado perguntar se o senhor não tem vergonha? Lamentável não é minha indignação. Lamentável é o senhor se sentir à vontade para no ano de 2022 utilizar do poder que tem como presidente da Câmara para ir e entregar um patrimônio brasileiro fingindo que está fazendo um bem para a população brasileira", esbravejou Braga.

A discussão quase chegou “as vias de fato” já que o presidente da Câmara ameaçou expulsar o deputado do plenário. A verdade é que Glauber Braga se tornou uma “pedra no sapato” de todo e qualquer mandatário que tenta privatizar a Petrobrás.

Após a discussão, na última quinta-feira (1º), o PL pediu a cassação de Glauber Braga no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Isso demonstra que o parlamentar está na direção certa já que no Brasil se tornou praxe calar a voz daqueles que lutam em benefício do país.

Não é a primeira vez que ele esteve à frente da luta em defesa da Petrobrás. Em 2019, durante a sessão da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados afirmou “A História não absolverá o senhor. Da História, o senhor não pode se esconder. E o senhor vai estar, sim, nos livros da história. Vai estar nos livros da história como um juiz que se corrompeu, como um juiz ladrão. É isso que vai estar nos livros de história” se referindo ao ex-juiz Sérgio Moro. A Operação Lava Jato, deflagrada em 2014, foi usada como cortina de fumaça para destruir a Petrobrás e prender Lula para que ele não concorresse às eleições. O caos econômico que o país atravessa, em parte, é fruto da megaoperação.

Glauber Braga também se manifestou sobre o Preço Paridade de Importação (PPI) que é a política de preço dos combustíveis criada durante o Governo de Michel Temer e que vem causando aumento na inflação e prejudicando o orçamento das famílias brasileiras. Em setembro de 2021, durante sabatina com o então presidente da Petrobrás, Silva e Luna, o deputado federal afirmou ”Os brasileiros voltaram a passar fome ou viver na insegurança alimentar e é impossível não associar tudo isso ao PPI, assumido pela Petrobrás”. 

A luta do deputado não para por aí. Ele é totalmente contra a privatização das estatais do país e esteve à frente da defesa da classe trabalhadora. Por tudo isso, Glauber Braga merece apoio e respeito da categoria petroleira. Ele é um dos poucos que entendem e sabem a importância da Petrobrás para a soberania energética do país e o quanto é lesivo o desmantelamento do sistema integrado da empresa “do poço ao posto”.

FNP e FUP prestam solidariedade ao deputado Glauber Rocha

 

Foto: reprodução Câmara dos Deputados
Fonte: Sindipetro-LP

Tags brasil petrobras privatiza�§�£o

Contato

Av. Passos, 34 - Centro
Rio de Janeiro/RJ
CEP 20051-040 Telefone: 21 2263-5147
fednacpetroleiros@gmail.com

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos