Notícias

Brigada petroleira retoma atividades em Brasília

FUP e FNP participam de atividades em defesa da Educação Pública e contra as privatizações

14/06/2022
Brigada petroleira retoma atividades em Brasília

Nesta terça-feira (14/06), a Brigada Petroleira, composta por representantes da FUP e da FNP, deu continuidade às atividades em Brasília em defesa da Petrobrás e das estatais.

Pela manhã, FUP e FNP estiveram ao lado de eletricistas num ato contra a venda da Eletrobrás, que também contou com a participação de bancários, professores, integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e do Movimento dos Trabalhadodes Sem Teto (MST), no Distrito Federal. Em São Paulo, as atividades foram em frente ao prédio da Bolsa de Valores.

O dia foi marcado pela entrega oficial da Eletrobrás ao mercado financeiro, apesar dos alertas de que a empresa foi vendida a preço de banana, com interesses escusos e mal esclarecidos. Agora, a conta vai ficar para os brasileiros, com reajuste nos preços das tarifas de energia.

No início da tarde, a Brigada esteve presente na Audiência Pública CLP, contra as privatizações, os cortes na educação e os vetos no governo Bolsonaro, realizado no Auditório Nereu Ramos, em Brasília.

Em seguida, a Brigada Petroleira participou do “Ocupa Brasília”, um grande ato que levou milhares às ruas em defesa da Educação Pública e contra as privatizações.

Caravanas de várias cidades do país foram para Brasília, se somar ao protesto, que teve início às 13h, no Anexo II da Câmara dos Deputados. Depois, às 16h, ocorreu uma marcha em direção ao MEC, seguida de ato político-cultural, das 17h30 às 20h.

O protesto chamou a atenção para o desmonte que o governo federal vem promovendo com os sucessivos cortes orçamentários, incluindo o mais recente, que bloqueou R$ 3,2 bilhões do orçamento do MEC e ameaça o funcionamento das instituições. O ato também protestou contra a PEC 206, proposta de cobrança de mensalidades que chegou a ser pautada na CCJ da Câmara dos Deputados.

Os manifestantes também cobraram do governo e do Congresso Nacional a recomposição salarial de 19,99%, com parte da luta dos SPFs, a revogação da EC 95 (Teto dos Gastos), o arquivamento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20 (contrarreforma Administrativa) e a reversão do sucateamento das políticas sociais e serviços públicos. Além de denunciar a entrega da Eletrobrás e o processo de privatização de empresas como a Petrobrás e os Correios.

A brigada petroleira irá continuar com as atividades em Brasília. Confira a agenda da semana:

15/06 - 09h30: Reunião alinhamento e divisão dos trabalhos.

É muito importante que haja engajamento de todas as bases petroleiras nesta luta que irá definir o futuro da categoria. Por isso, curtam e compartilhem as notícias e vídeos!

Veja algumas fotos:

Tags fnp fup estatais brasília petrobras

Contato

Av. Passos, 34 - Centro
Rio de Janeiro/RJ
CEP 20051-040 Telefone: 21 2263-5147
fednacpetroleiros@gmail.com

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos