Notícias

ACT 2022: FNP indica rejeição da proposta e luta em defesa da Petrobrás e dos nossos direitos

Proposta da empresa não atende pauta dos trabalhadores, ataca AMS e não garante reposição da inflação

22/06/2022
ACT 2022: FNP indica rejeição da proposta e luta em defesa da Petrobrás e dos nossos direitos

Durante reunião da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), nesta terça-feira (21/06), a direção definiu como indicativo rejeição da proposta e greve condicionada, caso o “PL da privatização” vá para votação no Congresso.

Mesmo com todo lucro apresentado pela empresa e o pagamento de dividendos bilionários para seus acionistas, a Petrobrás propõe reduzir a remuneração de seus empregados e tirar direitos, com uma proposta em linha com a gestão privatista do governo (confira aqui a minuta da proposta).

A FNP indica também a continuidade das iniciativas conjuntas e a organização de uma campanha unificada entre as federações contra a privatização da Petrobrás. É fundamental que a categoria esteja unificada no debate sobre a importância da Petrobrás para o país, buscando envolver outras categorias, estudantes e a sociedade na luta em defesa das estatais.

Além disso, a proposta da empresa, que pretende retirar a AMS do ACT e rebaixar direitos para a CLT e, em alguns casos, impõe ataques que buscam ir ainda mais baixo que o piso legal (como na proposta de aumento da jornada sem compensação para o TIR de Prédios Administrativos e Unidades não industriais)

A FNP também deixa claro que uma mesa unificada de negociação é fundamental. Seguiremos abertos ao diálogo e, sobretudo, seguiremos construindo a luta conjunta da categoria!

Na próxima quinta-feira (23/06), a FNP irá reunir-se novamente para analisar a íntegra da minuta proposta, que foi enviada nessa quarta-feira.

Participe das assembleias! Rejeite a proposta e vamos à luta!

Tags act fnp petrobrás

Contato

Av. Passos, 34 - Centro
Rio de Janeiro/RJ
CEP 20051-040 Telefone: 21 2263-5147
fednacpetroleiros@gmail.com

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos