PETROS | Acampamento conquista ‘comissão para o fim dos equacionamentos’

Pleito foi apresentado à presidente da Petrobras, Magda Chambriard, em reunião presencial no último dia 25/06

 

Hoje (02/07) pela manhã, uma delegação do Fórum das Entidades em Defesa dos Participantes e Assistidos da Petros – do qual a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) é parte integrante – se reuniu com a diretora-executiva da Petrobras, Clarice Coppeti, e a gerente-executiva do RH, Lilian Soncin, para tratar das reivindicações da categoria que miram o fim dos equacionamentos e a sustentabilidade da Petros.

As representantes da companhia confirmaram a formação de uma comissão para debater os problemas e eventual aporte financeiro no fundo de pensão da categoria petroleira, a ser formada por membros da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) e da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) – ambos órgãos do governo federal que confirmaram a participação –, além da Petros, Petrobras e das entidades que compõem o Fórum.

De acordo com o secretário-geral da FNP, Adaedson Costa, essa é uma vitória do Acampamento da Luta Petroleira, que está em vigília em frente ao Edifício Senado (Edisen), no centro do Rio de Janeiro, desde o dia 20/06, mas é necessário seguir com a mobilização.

“Conseguimos arrancar essa comissão para tratar dos equacionamentos após o GT Petros, Petrobras e Entidades Petroleiras ter se encerrado sem nenhuma proposta razoável. É uma vitória da mobilização dos companheiros e companheiras do acampamento, que estão dormindo sob chuva, ao relento, para resolver a questão dos aposentados e pensionistas que estão sendo sacrificados com os equacionamentos”, disse.

“Essa comissão não resolve o problema, mas dá mais um passo pra gente destravar o problema que a Petrobras justifica como impeditivo (a legislação) para realizar o aporte financeiro no fundo de pensão. E a saída é necessariamente dinheiro novo da patrocinadora (Petrobras)”, complementou Adaedson.

Os petroleiros da ativa, aposentados e pensionistas seguirão com as mobilizações em vigília no acampamento por tempo indeterminado até que a Petrobras encontre uma solução definitiva para o rombo da Petros.

Faça parte você também e apoie a vigília petroleira! Afinal, trabalhador da ativa hoje, aposentado amanhã.

PELO FIM DOS PEDs, JÁ!

VAMOS TODOS E TODAS EM DEFESA DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DA PETROS.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp