Mobilizações rumo à greve nacional não param

Sindipetros filiados à FNP intensificam luta por um ACT digno e contra a privatização nesta quinta (8). Confira o quadro nacional:

Alagoas/Sergipe

Em Pilar, no estado de Alagoas, mesmo com chuva forte os trabalhadores do administrativo e turno fizeram atrasos de duas horas. Em Carmópolis, no estado de Sergipe, houve agitação com carro de som e distribuição de boletim reforçando a necessidade da greve nacional unificada. A entrada dos ônibus foi atrasada até as 8 horas.

Amazônia

Na base do Sindipetro-PA/AM/MA/AP, houve corte de rendição no turno da Transpetro Belém, com atraso de três horas no regime administrativo. A UO-AM, sede Manaus, a categoria realizou com mais de 120 trabalhadores trancaço de quatro horas durante a manhã.

Litoral Paulista

A primeira unidade a ser afetada neste foi o Tebar, em São Sebastião. O turno da meia-noite atrasou a entrada em uma hora, movimento repetido na sequência pelo turno das 8 horas. No Terminal Alemoa, onde a categoria tem discutido diariamente os rumos da mobilização, houve corte de rendição no turno das 8 horas. Na RPBC e UTE Euzébio Rocha, houve corte de rendição no turno da manhã (7 horas) acompanhado de atraso de uma hora no regime administrativo. A participação do ADM foi significativa, demonstrando que a indignação da categoria com a proposta de ACT e a venda de ativos atinge todos os petroleiros ? dos mais novos aos mais antigos, da operação e do ADM. Nas plataformas localizadas na Bacia de Santos o movimento segue sendo realizado todos os dias com atraso na emissão e requisição de PT. Em Merluza, o atraso é feito das 6 às 9 horas e em Mexilhão das 7 às 9 horas.

Rio de Janeiro

Atraso desde 7 horas no CENPES. Petroleiros diretos e terceirizados fecharam temporariamente a rodovia em frente à unidade.

 

 

São José dos Campos

Na REVAP, o Sindipetro-SJC realizou um grande ato com o apoio de outras entidades sindicais na porta da refinaria. Dirigentes do Sindicato e categoria entraram na unidade em caminhada, que partiu em direção à recepção da unidade.

Fonte: Sindipetro-LP

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp