Processo sobre RMNR da Petrobras é retirado de pauta

Segundo informações, não houve tempo hábil para a votação. Presidente do TST marcará nova sessão para o julgamento

O Pleno do Tribunal Superior do Trabalho retirou de pauta o incidente de uniformização de jurisprudência que discute o critério de cálculo da parcela Remuneração Mínima de Nível e Regime (RMNR) da Petróleo Brasileiro S. A. (Petrobras). O processo, da relatoria da ministra Maria de Assis Calsing, estava na pauta da sessão extraordinária do Pleno desta sexta-feira. Contudo, não houve tempo hábil para a votação, por conta das discussões relativas ao primeiro processo apregoado, que tratava de complementação de aposentadoria.

O presidente do TST, ministro Ives Gandra Martins Filho, marcará nova sessão para o julgamento.

Fonte: Sindipetro AL/SE

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp