FNP faz novo ?rolezinho? na sede na Petrobrás do Rio

Na tarde desta quinta-feira (20), dirigentes dos cinco sindipetros que compõem a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), participaram do ?rolezinho?, no Edifício Senado, o Edisen, na Rua do Senado ? Centro do Rio

Por Vanessa Ramos, jornalista da FNP

unnamed-2

Por cerca de 2 horas, os dirigentes sindicais lembraram, nos seus discursos, as tentativas históricas de privatizar a Petrobrás, enfatizaram que Pedro Parente, atual presidente da Petrobrás, não tem legitimidade para presidir a empresa, ressaltaram os prejuízos para todos os brasileiros com a perda de diretos, arquitetada pelo governo Temer,  e falaram sobre a ameaça de precarização do trabalho com a proposta do ACT, apresentada pela empresa.

Em seus discursos, os dirigentes também explicaram o motivo de não terem ido à reunião com o RH da Petrobrás. Segundo os dirigentes, a FNP foi desrespeita pela empresa quando tomou a iniciativa de enviar a nova proposta do ACT por email, sem respeitar a mesa de negociação, prevista para acontecer ontem (19), às 14 horas.

unnamed-1

A FNP reafirmou que defende mesa unificada por entender que não existe diferença de federação quando o assunto é defender os interesses da categoria. Ainda durante o ?rolezinho?, os dirigentes distribuíram botons para os trabalhadores, com o seguinte dizer: ?Não estamos à venda, Petrobrás?.

Os sindicalistas também informaram que vão enviar um ofício para a Petrobrás na próxima sexta-feira (21) para cobrar uma resposta sobre a reunião, solicitada em caráter de urgência, na tarde da última quarta-feira. Caso a empresa não se pronuncie até o dia 28 de outubro, eles organizam um protesto no Edifício Senado. Participaram do “rolezinho” os sindipetros AL/SE,  LP, PA/AM/MA/AP, RJ e SJC.

Confira a reportagem da TV Petroleira:

Confira a transmissão na íntegra feita pela TV Petroleira:

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp