Golpe baixo: Petrobrás pressiona para proposta ser aprovada

Em ofício, empresa diz que só vai se posicionar sobre as greves após o Termo Aditivo ser assinado

Por Vanessa Ramos, jornalista da FNP

Por volta das 19 horas desta quinta-feira (19), a Petrobrás enviou um ofício em resposta ao documento enviado pela Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), nesta quinta, em que cobra um posicionamento da empresa sobre as greves e punições.

Na quarta (18), durante reunião com o RH, a empresa se comprometeu em sentar com o Jurídico, nesta quinta, para se posicionar sobre os dias de greve e o código 1093, inclusive sobre as horas das assembleias que foram descontadas.

Apesar disso, no ofício, o RH afirma que só vai se posicionar após o Termo Aditivo ser assinado.

 

 

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp