Privatizar faz mal ao Brasil

No dia em que a Petrobrás completará 64 anos de vida, o Rio de Janeiro será palco de um Ato Nacional em Defesa das Estatais. A data não é uma coincidência. É a motivação para a realização deste protesto que, além de se opor contra a venda da maior empresa do país e do pré-sal, também se coloca contra as demais privatizações do governo ilegítimo de Temer.

Estão na mira dos entreguistas 14 aeroportos, 11 lotes de linhas de transmissão, 15 terminais portuários, parte da Eletrobrás e ainda a venda de 30 ativos valiosíssimos da Petrobrás, incluindo a Liquigás.

A concentração será às 11 horas, em frente ao prédio da Eletrobras. Em seguida, os participantes farão uma caminhada até a sede do BNDES, onde haverá uma parada, e depois seguem até o Edifício-sede da Petrobrás, onde a mobilização deve ser encerrada por volta das 16h. O ato acontece no dia em que a estatal completa 64 anos de fundação.

Além disso, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) habilitou oito empresas para a 2ª Rodada de Licitação de áreas para exploração de petróleo e gás no pré-sal, enquanto para a 3ª rodada foram 11 habilitadas.

O movimento sindical petroleiro participará em peso deste ato. Foi inclusive um dos consensos durante o 2º Coupesp, realizado em Cajamar (SP), no dia 16 de setembro. Na ocasião, os petroleiros dos sindipetros Litoral Paulista, São José dos Campos e Unificado São Paulo assumiram o compromisso de fortalecer esta data.

Caravana
Para engrossar as fileiras, o Sindipetro-LP irá promover uma caravana para levar petroleiros e petroleiros de nossa base (associados) para esta mobilização. Inscreva-se e fortaleça esta luta! O prazo final para inscrições é 29 de setembro, até o meio-dia. O telefone para contato é (13) 3202.1100. Em Santos, a saída será às 23 horas do dia 2 de outubro. Em São Sebastião, a saída será às XX do dia 2 de outubro. Para as duas regiões, o retorno ocorre no dia 3, após o término do ato. 

Fonte: SindipetroLP

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp