Comunicado urgente

A Federação Nacional dos Petroleiros e seus sindicatos filiados suspendeu unilateralmente a reunião de Acompanhamento de ACT sobre SMS que transcorria na tarde desta quarta-feira (13).

O motivo foi o anúncio da demissão por Justa Causa de uma médica da Transpetro que retornou ao trabalho no dia 1º de março, após cumprimento de licença médica.

A FNP durante a realização do encontrou exigiu a reversão da demissão aos representantes da Petrobrás presentes na reunião que estava sendo realizada no EDICIN, região central do Rio de Janeiro. O fato é que a direção da companhia não acatou o pedido feito pela FNP, e por isso a direção da federação em consenso resolveu suspender o encontro.

A decisão da direção da Petrobrás comprova e reafirma a política de perseguições imposta pela empresa aos seus empregados .

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp