8M: Dia Internacional das Mulheres

Neste ano, as mulheres marcharão em mais um Dia Internacional de Luta. Na pauta está a denúncia e o combate ao assédio, ao feminicídio e a defesa da democracia, atacada pelo governo de Jair Bolsonaro.

Em várias cidades do país, as centrais sindicais também estão convocando protestos, em um calendário unificado entre diversas categorias.

Sindicatos filiados à FNP também irão para as ruas engrossar a luta. O Sindipetro-SJC irá na sexta-feira (6), a partir das 17h, na Praça Afonso Pena participar das manifestações em defesa ao Dia Internacional das Mulheres.

No Rio de Janeiro, mulheres marcharão na segunda-feira, 09/03, no Centro do Rio de Janeiro, com concentração às 17 horas na Candelária.

Além dos atos na sexta e na segunda, entidades convocam o dia 18 como Dia Nacional de Lutas, Protestos e Paralisação em defesa dos serviços públicos, empregos, direitos e democracia.

Hoje, nenhum país pode afirmar ter alcançado a igualdade de gênero. Vários obstáculos permanecem inalterados na lei e na cultura, de acordo com a ONU Mulheres.

Por isso, todas pela vida, por democracia e contra a retirada de direitos! Um Brasil de coragem feminista contra a violência e os governos fascistas!

#JustiçaPorMarielle #EleNão #AguaÉVida #VidasNegrasImportam #VidasLBTsImportam #VidasIndígenasImportam #MulheresTrabalhadoras #MaisMulheresNaPolítica
 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp