Portugal se levanta contra austeridade e governo lacaio

No dia 2 de março, centenas de milhares de portugueses saíram às ruas em Lisboa, Porto e em pelo menos 40 outras cidades do país nas manifestações contra as políticas de austeridade do gerenciamento do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, do Partido Social Democrata (PSD). Os protestos foram convocados pelo movimento ?Que se lixe a troika!?, criado para repudiar os ajustes econômicos exigidos pelo FMI, o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia contra o povo português.

As principais praças e avenidas da capital ficaram lotadas de manifestantes. Nas faixas e cartazes continham palavras de ordem contra o desemprego, a carestia de vida dos trabalhadores e a crise econômica, e frases como ?FMI fora daqui!?, ?25 de Abril sempre!?, ?O povo é quem mais ordena!? e ?Está na hora de o governo ir embora!?. A canção de Zeca Afonso, ?Grândola, Vila Morena?, símbolo da Revolução dos Cravos, novamente foi entoada em coro pelas multidões onde ocorreram as mobilizações.

As manifestações contaram com a participação de trabalhadores, estudantes, aposentados e, inclusive, famílias inteiras. Segundo os organizadores da manifestação, 1,4 milhão de pessoas participaram dos protestos. Várias personalidades democráticas também marcaram presença, como Alípio de Freitas, português que lutou contra o regime militar no Brasil e também foi homenageado por Zeca Afonso com uma música em seu nome.

Desde o início do ?governo? lacaio de Passos Coelho, a taxa de desemprego subiu de 11% a 17,6%, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 3,2% e um quarto da população vive em condições de pobreza. Somente em 2012, os cortes promovidos pela troika foram de 195 milhões de euro na educação, 550 milhões na saúde, 500 milhões na Administração Central, 150 milhões em subsídios de emprego, entre outros.

Assista ao vídeo sobre a manifestação

Fonte: A Nova Democracia

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp